Casa de recuperação clandestina é fechada em Suzano

  • 05/08/2022
(Foto: Reprodução)
O local, no distrito de Palmeiras, não possuía alvará de funcionamento. Segundo a Prefeitura de Suzano, a suposta casa de recuperação era alvo denúncias de maus-tratos praticados pelos funcionários contra as pacientes. Vigilância Sanitária, GCM e Promotoria de Justiça durante a vistoria que fechou a casa de recuperação clandestina Wanderley Costa/Secop Suzano Uma casa de recuperação localizada no bairro Chácara Nossa Senhora Aparecida II, no distrito de Palmeiras, em Suzano, que funcionava de maneira clandestina, foi fechada na manhã desta sexta-feira (5) pela Vigilância Sanitária do município. A ação foi realizada com apoio da 8º Promotoria de Justiça e da Ronda Ostensiva Municipal (Romu), da Guarda Civil Municipal (GCM). De acordo com a Prefeitura de Suzano, o local contava com 21 mulheres em tratamento de saúde mental ou contra as drogas. Além de não apresentar alvará de funcionamento, a casa de recuperação mantinha as pacientes em condições inadequadas de higiene e foi alvo de denúncias de maus-tratos praticados por funcionários. Segundo a prefeitura, não havia responsáveis pela instituição no momento da vistoria e os próprios pacientes realizavam o trabalho de cuidados. Agressões com barra de ferro, privação de alimentação, utilização de um quarto para “castigo” e distribuição de cigarros falsificados para acalmar as pacientes são algumas das ações que seriam cometidas pelos empregados. Remédios de tarja preta que não tinham receita para uso também foram encontrados e apreendidos pela Vigilância Sanitária. Remédios traja preta sem receituário encontrados e apreendidos pela Vigilância Sanitária no local. Wanderley Costa/Secop Suzano Através de uma representante, a Promotoria de Justiça de Suzano acompanhou toda a ação e entrevistou as mulheres. Após a interdição feita pela Vigilância Sanitária, o Ministério Público irá solicitar uma abertura de inquérito junto à Polícia Civil para investigar os supostos crimes cometidos no local. Posteriormente, a denúncia será enviada à Justiça. Mauro Vaz, coordenador da Vigilância Sanitária de Suzano, afirmou que o local está interditado por tempo indeterminado. “Essa denúncia veio do Ministério Público, e quando fomos levantar os dados vimos que esta comunidade terapêutica era clandestina. Chegamos ao local e constatamos que as 21 pessoas que estavam aqui acolhidas não tinham a menor condição de permanecer na situação em que se encontravam”. Ele também destacou que providências já estão sendo tomadas em relação às mulheres. "Acionamos a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e as pessoas que não tiverem famílias que venham buscá-las em um primeiro momento receberão cuidados da Prefeitura de Suzano até serem entregues a parentes”, concluiu. Durante a vistoria, os integrantes da vigilância, da GCM e da Promotoria de Justiça constataram que o imóvel não apresentava as mínimas condições para funcionamento como uma casa de recuperação. De acordo com a prefeitura, a construção fica sobre um terreno íngreme, com seis quartos mobiliados com beliches e treliches, ou mesmo com colchão no chão para as mulheres dormirem. Alguns cômodos do local tinham trancas para impedirem a saída das pacientes. Algumas das mulheres entrevistadas apresentaram hematomas no corpo e devem passar por exame de corpo de delito. Beliche de um dos quartos da casa de recuperação clandestina localizada em Suzano. Wanderley Costa/Secop Suzano As famílias das pacientes pagavam mensalmente aproximadamente R$ 1 mil para que cada uma das mulheres pudesse frequentar o local. Uma lista com os dados dos responsáveis pelas mulheres será disponibilizada para que a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social possa entrar em contato e devolver a pessoa ao convívio familiar. Assista a mais notícias sobre o Alto Tietê

FONTE: https://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/2022/08/05/casa-de-recuperacao-clandestina-e-fechada-em-suzano.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Top 5

top1
1. Raridade

Anderson Freire

top2
2. Advogado Fiel

Bruna Karla

top3
3. Casa do pai

Aline Barros

top4
4. Acalma o meu coração

Anderson Freire

top5
5. Ressuscita-me

Aline Barros

Anunciantes